Connect with us

EXTRA NBA

Hall Of Fame: Kobe Bryant, Tim Duncan e Kevin Garnett!

Hall Of Fame 2020

Pode ser a maior classe do Hall of Fame da história da NBA!

Kobe Bryant, Tim Duncan e Kevin Durant fazem parte do Hall Of Fame.

Eles foram eleitos na primeira votação numa classe profunda que também inclui Tamika Catchings, Rudy Tomjanovic, Kim Mulkey, Barbara Stevens, Eddie Sutton e o antigo executivo da FIBA, Patrick Baumann.

É a eleição de Kobe, meses após a sua trágica morte, que atrai mais emoção.

“Obviamente, desejamos que ele estivesse aqui para comemorar, mas é definitivamente o auge da sua carreira na NBA”, disse a viúva de Kobe, Vanessa Bryant, na transmissão que anunciou a consagração de Kobe. “Todas as conquistas que ele teve como atleta foram um trampolim para estar aqui.”

“Nenhuma quantidade de palavras pode descrever completamente o que Kobe Bryant significou para os Los Angeles Lakers”, disse a co-proprietária e governadora dos Lakers, Jeanie Buss. “Kobe não era apenas um vencedor e campeão comprovado, ele dava tudo o que tinha no jogo de basquetebol. A sua competitividade feroz, ética de trabalho e motivação eram incomparáveis. Essas qualidades ajudaram Kobe a ganhar cinco títulos – e agora levaram-no para o Hall of Fame, onde ele será consagrado como os melhores que já jogaram o jogo.”

O currículo de Kobe foi quase sem paralelo:

5 vezes campeão da NBA, 2 vezes MVP das Finais, 18 vezes NBA All-Star, 11 vezes All-NBA First Team, 2008 MVP da NBA, 9 vezes NBA All-Defense First Team, e ocupa o 4º lugar na lista de máximos marcadores da história da NBA. Juntou ainda duas medalhas de ouro olímpicas.

Um dos poucos jogadores que pode colocar o seu currículo em qualquer lugar próximo disso é Tim Duncan, o rosto de uma dinastia dos San Antonio Spurs por duas décadas. 5 vezes campeão da NBA, 3 vezes MVP das Finais, 2 vezes MVP da NBA, 15 vezes NBA All-Star, 8 vezes NBA All-Defensive First Team, Rookie of the Year e é o único jogador da história da NBA com 1000 ou mais vitórias numa só equipa. Na Wake Forest, ele foi tricampeão da Primeira Equipa All-American e ganhou o prémio de Jogador do Ano da AP College.

Nunca houve qualquer dúvida sobre o currículo de Garnett:

Campeão da NBA [2008], MVP da NBA, 15 vezes NBA All-Star, 9 vezes NBA All-Defensive First Team e medalha de ouro olímpica.

“É apenas o ponto culminante, apenas o ponto culminante”, disse Garnett na transmissão do anúncio. “Você dedica inúmeras horas a isso, dedica-se ao ofício, não tira folgas, joga lesionado, ultrapassa obstáculos, não há desculpas… Aprende e constrói, isso é o ponto culminante.”

“Esta é uma honra tão merecdia. Parabenizamos Kevin por ter sido selecionado para o Hall of Fame do Naismith Memorial Basketball”, disse Glen Taylor, proprietário dos Minnesota Timberwolves. “Desde o dia em que o recrutamos em 1995, sabíamos que havia algo especial nele que Minnesota nunca havia experimentado antes. Eu assisti a Kevin crescer dentro e fora do campo e serei eternamente grato pela sua contribuição à organização dos Timberwolves. Ele era amado pelos nossos adeptos de uma maneira que apenas alguns jogadores experimentam e sempre terá um lugar no Target Center.

Apenas estes três eleitos fazem desta classe extraordinariamente boa e distinta, mas vai além deles para outras pessoas merecedoras.

Os restantes eleitos para o Hall of Fame são:

Tamika Catchings – Campeã e MVP da WNBA, 10 vezes WNBA All-Star e ganhou 4 medalhas de ouro pelos USA.

 

Rudy Tomjanovic – A lenda dos Houston Rockets. Ele é a única pessoa da história da NBA a marcar 10.000 pontos como jogador e vencer 500 jogos de carreira com dois campeonatos como treinador. Ele treinou duas equipas dos Rockets para títulos e a equipa olímpica de 2000 em Sydney para o ouro.

“Parabéns a Rudy T pela sua bem merecdia e atrasada seleção para os Hall of Fame”, disse o proprietário dos Rockets, Tilman J. Fertitia. “Como adepto de longa data dos Rockets, admirei a tenacidade de Rudy como jogador e adorei prestar atenção aos detalhes ao treinar equipas de campeonatos consecutivos nos anos 90. Coração de um campeão. Este é um dia emocionante não apenas para Rudy e a sua família, mas para os adeptos dos Rockets em todos os lugares.”

Kim Mulkey – Ela treinou os Baylor Bears para os seus três títulos nacionais e conquistou um como jogadora.

Barbara Stevens – A treinadora da divisão II da Bentley University. Ela é a quinta treinadora da história do basquetebol feminino da NCAA a alcançar 1000 vitórias na carreira.

Eddie Sutton – Ele treinou quatro escolas para o NCAA Tournament e venceu mais de 800 jogos como treinador da faculdade.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

More in EXTRA NBA