Connect with us

EXTRA NBA

Uma troca que tornaria os Miami Heat a legítimos candidatos!

Erik Spoelstra

Os Miami Heat estão atualmente no terceiro lugar da Conferência Este!

Adquirir Jimmy Butler dos Philadelphia 76ers no verão passada, elevou a equipa de South Beach. Miami Heat está a começar a colher os benefícios das boas jogadas que tem vindo a fazer.

A aposta de enviar Hassan Whiteside para os Portland Trail Blazers ajudou em favor de Jimmy Butler. A equipa parece um candidato legítimo no Este, no entanto, parece estar um passo mais abaixo do escalão superior, que inclui equipas como os Milwaukee Bucks, liderado por Giannis Antetokounmpo.

Se Miami quiser disputar seriamente o campeonato nesta temporada, vai precisar de um extra.

Embora os adeptos da NBA em geral o tenham azedado, Chris Paul seria o ajuste perfeito para Miami. Ele não é dominante sobre a bola e isso não iria interferir no esquema ofensivo no geral. Além disso, a sua experiência nos playoffs pode ser positiva para uma equipa tão jovem.

Apesar de ter 34 anos, Paul está a registar números idênticos ou até melhores comparativamente aos seus anos anteriores. Ele está com uma média de 15.7 pontos, 5.6 assistências e 4.2 ressaltos por jogo – registando um taxa de acerto de campo de 52.3%.

A percepção sobre Paul é o que abafou o seu valor comercial. Desde o seu êxodo de Houston [para abrir caminho para Russell Wesbrook], os adeptos da NBA descartaram o valor o antigo “Point Guard”. Mesmo sem alcaçar o calibre de All-Star de outros tempos, Paul junto com Butler e um jovem e vasto conjuntos de talentos, pode ser uma ameaça no Este.

Paul já demonstrou repetidamente a sua capacidade de elevar os talentos ao seu redor – especialmente jovens talentos.

Como é óbvio, parte do que torna um negócio com Chris Paul, é o seu elevado contrato. Sem contar com esta temporada, Paul ainda têm dois anos e mais $85 milhões a receber. É uma bomba no orçamento para um jogador com uma idade avançada.

Miami podia oferecer-se a esse contrato em troca de contratos de tamanho semelhantes que expiram muito antes. Uma troca que envolveria Paul por Meyers Leonard e Goran Dragic podia compensar quase por completo o salário de Paul para esta temporada.

Os Thunder, que estão a superar as dificuldades durante esta fase de reconstrução, vai querer livrar-se do contrato brutal de Chris Paul.

Para os Heat, uma aposta num organizador de jogo em fase de declínio da carreira até pode ser suficiente para chegar ao nível acima. 

Miami tem um conjunto de jovens jogadores extraodinários, sob o comando de um dos melhores técnicos da Liga, Erik Spoelstra. É uma questão de tempo até que South Beach torne a lutar pelo comando da Conferência Este.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

More in EXTRA NBA