Connect with us

EXTRA NBA

Gobert: “Falta de estrelas na equipa USA no campeonato do mundo irá continuar!”

O campeonato do mundo FIBA 2019 terminou e os Estados Unidos da América não conquistaram qualquer medalha.

Foi uma exibição decepcionante para Kemba Walker, Marcus Smart e Jayson Tatum – eles que lideraram a seleção dos USA neste campeonato do mundo em que inúmeras estrelas da NBA recusaram a participação.

Em vez disso, parece que jogadores como Stephen Curry e Draymond Green jogarão no próximo ano nas Olimpíadas 2020 no Japão. Enquanto isso, o que a FIBA pode fazer para atrair as grandes estrelas a jogar no seu torneio?

Há muitas questões sobre como o campeonato do mundo funciona, incluíndo as janelas de qualificação instáveis e o fato de as Olimpíadas ocorrerem em breve sucessão. Isso não quer dizer que as pessoas nos Estados Unidos não querem que o campeonato do mundo seja um grande negócio – o chefe de basquetebol dos USA, Jerry Colangelo, disse que quer que o evento FIBA seja importante.

No entanto, alguns jogadores da NBA, nomeadamente Rudy Gobert, jogador francês que joga nos Utah Jazz, nunca viu isso acontecer. Em conversa com Marc Stein, do New York Times, Gobert disse que não acredita que os jogadores participem no campeonato do mundo FIBA, graças á forma como a moderna NBA funciona.

Via NY Times:

Gostava que os melhores jogadores viessem, mas isso nunca vai acontecer”, disse Gobert sobre a abordagem dos jogadores da NBA na era de gerenciamento da carga física.

Eles pensam em si mesmos mais do que tudo, e é compreensível. É um negócio. Todos nós temos famílias para cuidar.

Embora a FIBA exista desde 1932, ainda não faz parte da cultura americana e, portanto, as Olimpíadas parecem ser o que tanto os jogadores quanto os adeptos se preocupam em comparação. O fato de a equipa masculina dos USA não ter conseguido o ouro nem parece ser tão importante assim, culturalmente.

Gobert tem a ideia certa em termos da realidade da situação. Até que as respectivas organizações de equipas nacionais possam atrair os seus próprios jogadores para participar, não está claro o que o campeonato do mundo possa significar para os adeptos de basquetebol na América do Norte.

Como tal, é muito improvável que consigamos ver uma equipa dos USA num campeonato do mundo repleto de estrelas num futuro próximo.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Segue-nos no Facebook

More in EXTRA NBA