Connect with us

EXTRA NBA

Final da Conferência Este – Raptors vs Bucks! Coisas a ter em conta!

Jogo 1 da Final da Conferência Este arranca esta noite, em Milwaukee às 01:30h [PT]. Frente a frente estão dos Milwaukee Bucks e os Toronto Raptors.

No ano passado, tanto os Raptors como os Bucks fizeram grande temporada – e é devido a isso que eles estão aqui, prontos para disputar a Final da Conferência Este.

Os Milwaukee Bucks despediram o técnico Jason Kidd [agora assistente nos Lakers], para contratar Mike Budenholzer – que lhe foi pedido trabalhar a equipa para esta nova era dos basquetebol na NBA. Ele conseguiu o buy-in de Giannis Antetokounmpo e Khris Middleton. Resultado? Os Bucks terminaram com a melhor defesa e o 4º melhor ataque da Liga na temporada regular. Os Bucks têm profunidade e rodam muito na defesa, sendo a melhor equipa a defender o pintado. No ataque, eles esticam o campo com excelentes atiradores e deixam Antetokounmpo trabalhar dentro da zona. O resultado é um candidato ao título.

Os Toronto Raptors enviaram o seu ícone, DeMar DeRozan e fizeram entrar Kawhi Leonard com a ideia de que ele era o homem que poderia levar os Raptors mais longe na disputa nos Playoffs. Leonard foi impressionante na temporada regular, mas nos Playoffs, foi exatamente o que os adeptos de Toronto esperavam – foi o melhor jogador no Este. Leonard tem sido metódico em chegar ao seu lugar no ataque e encestar, enquanto lembra a todos que ele é o melhor defesa de perímetro no jogo. Não há nenhum defesa na Liga como Kawhi. Se tiver dúvidas, pergunte aos Sixers…

Como é que o desfecho desta Final de Conferência irá ter impacto na agência livre deste verão de Leonard e Middleton? Como é que as equipas se vão encaixar? Fator casa? É possível ganhar em Milwaukee e em Toronto? Essas perguntas serão respondidas apartir desta noite em Milwaukee com o arranque desta série que promete ser dura.

Aqui estão cinco coisas a ter em conta neste Final:

1º- Os Bucks podem abrandar Kawhi Leonard? Podem os Raptors abrandar Giannis Antetokounmpo? Tanto Leonard como Giannis vão conseguir os seus pontos. Eles são demasiado bons para não o conseguir. A questão é simples – é possível torná-los menos eficientes? Seria um grande passo para vencer esta série.

Não espere ver Antetokounmpo e Leonard juntos, a não ser durante os instantes finais e se o jogo não estiver decidido. Eles pouco se equiparam quando estas equipas se defrontam na temporada regular, e isso faz sentido em alguns níveis, começando pelo desgaste físico de liderar o ataque e vir defender um jogador de elite na defesa, apenas irá desgastar em demasiado os jogadores.

Nos jogos da temporada regular entre ambas as equipas, os Bucks registaram algum sucesso em Leonard. Middleton foi o defensor principal e Leonard apenas registou 40.7% de acerto (usando dados de rastreamento da NBA). No entanto, o ataque dos Raptors ainda estava perto da sua eficiência média por causa dos lances livres e de outros jogadores, que foram crescendo ao longo da temporada. Os Bucks têm sido uma equipa defensivamente melhor nos Playoffs do que na temporada regular (onde eles eram os melhores da NBA), os jogadores podem ter dificuldade em encontrar espaço para lançar, e Leonard tem de conseguir fazer os seus colegas jogar de maneira a retirar também a carga pontual. No entanto, ele tem de marcar, e muito!

Os Raptors tiveram dificuldades em abrandar Giannis. Pascal Siakam ficou com a tarefa de o defender a maior parte do tempo, mas o Greek Freak registou 27 pontos por jogo nesses duelos e com uma taxa de acerto de 66%. Para não falar que ele ganhou uma média de 15.3 ressaltos por jogo. Números que vão de encontro á sua temporada regular. Kawhi fez um bom trabalho sempre que guardava Giannis, obrigando-o a desfazer-se da bola.

2º- Quem são os “outros” da equipa que terão de ser mais intensos e criar jogadas? As estrelas vão ter os seus momentos, mas quem será mais útil?

Antetokounmpo teve muita ajuda na Ronda anterior – cinco outros jogadores dos Bucks registaram média na casa das dezenas. Middleton obteve média de 19.2 pontos, porém o grande impulso foi George Hill, que contribuiu com 14.2 pontos por jogo a sair do banco. Outra grande chave é Middleton e Hill que estão a acertar 47% de 3´s – o ataque dos Bucks é sobre transição e espaço, mas para fazer esse trabalho os triplos têm de cair. Fizeram isso contra os Boston Celtics.

Outro jogador dos Bucks que pode ter impacto nesta série, é Malcolm Brogdon, que regressou de uma lesão. Ele foi um jogador crítico durante a temporada regular, e vai iniciar esta série a sair do banco (Nikola Mirotic deve iniciar novamente), mas a desempenhar um papel signficativo.

A grande questão é se Leonard terá ajuda. No Jogo 7 frente aos 76ers, Kawhi lançou por 39 vezes, pois era o único a pegar no jogo e a assumir as despesas pontuais.

Isso é algo que não pode acontecer nesta série, um atirador de Toronto hesitante vai encontrar um longo defensor de Milwaukee rápidamente em cima dele. Os Bucks registam a melhor defesa na NBA e permitiram apenas 6.7 pontos a menos por 100 posses nestes Playoffs.

3º- Ritmo: Mais rápido é melhor para os Bucks. No primeiro jogo da Ronda 2 , Boston conseguiu vencer os Bucks. O jogo teve 99 posses, e os Bucks engarrafados marcaram apenas 90 pontos, numa derrota por 22 pontos.

O resto da série foi jogado em quase 106 possessões por ritmo de jogo e os Bucks varreram os Celtics com 4 vitórias consecutivas.

Milwaukee prospera em transição. Quando Antetokounmpo levanta a cabeça, qualquer defensor é desamparado. The Greek Freak está com uma média de 7.4 pontos por break rápido por jogo neste Playoffs – o máximo que qualquer outro jogador da Liga. Os Raptors até podem ter algum ritmo, no entanto, ele foram cinco posses por jogo mais lento nos Playoffs e isso precisa de continuar. Nesta série, os Raptors precisam desacelerar o jogo. Toronto mostrou que pode ganhar assim frente aos 76ers, e Leonard está no seu melhor momento de forma, talvez até da carreira.

Os Raptors têm que baixar o ritmo de jogo, rodar a bola até encontrar lançamentos fáceis. Perguntem aos Celtics como fazer, pois conseguiram fazê-lo [tudo bem que apenas foi um jogo, mas resultou].

4º- Kyle Lowry contra Eric Bledsoe. Este pode ser o matchup. Estou dois jogadores são os bases que podem definir o tom das tuas equipas em ambas as extremidades do campo. Ambas as equipas precisam dos seus três primeiros para superar os três primeiros, e este é o confronto frente a frente naquele grupo.

Com base na temporada regular, isso poderia ser bom para os Bucks. Lowry registou uma taxa de acerto de 23.3% e apenas acertou 1 triplo em 20 tentados frente aos Bucks nesta temporada. Bledsoe, em particular, foi um bom defensor de Lowry.

Lowry tem que simplesmente fazer muito melhor, ou esta série termina rápido.

5º- A experiência nos Playoffs é importante nesta fase? Os Bucks não mostram qualquer sinal de que os Playoffs são um palco demasiado grande para eles, mas agora estamos na Final da Conferência Este e a pressão aumenta. Vai ter impacto?

Os Raptors esperam que sim.

Os Toronto Raptors são mais experiente – Kawhi Leonard, Marc Gasol e Kyle Lowry – têm jogadores que participaram em 116 jogos de Playoffs. Eles sabem como é esse nível, como lidar com a pressão e executar.

O único jogador dos Bucks a ir tão longe, é George Hill, do seu tempo nos Spurs e Pacers.

Isto é tudo novo para os Bucks, mas… Isso importa?

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Segue-nos no Facebook

Parceiros

More in EXTRA NBA